domingo, 26 de setembro de 2010

Top 10 Músicas para Pais e Filhos

 Eu passei os últimos três anos sem falar com o meu pai. Nos desentendemos e cada um foi para o seu lado sem mencionarmos ou admitirmos para os outros o quanto essa distância nos machucava. Há algum tempo atrás a saúde dele piorou bastante acredito que a situação só tenha piorado.
Eu sempre disse a todos que perguntavam quem era o meu herói, que o meu maior herói era o meu pai. Sabe, são aqueles pequenos momentos que fazem com que essa relação entre pai e filho se torne única e imensuravelmente especial. Eu ainda lembro do meu aniversário de 7 anos quando eu havia pedido uma bicicleta o ano todo e no meio da festa ele apareceu com a bicicleta. Não foi o presente em si que me fez guardar a lembrança e sim o fato de que quando eu chorei de emoção por ter ganhado o presente ele chorou também.
Aquela foi a primeira vez que eu percebi que havia uma conexão entre pai e filho que não poderia ser quebrada. Hoje, eu tenho que admitir, é extremamente doloroso para mim observar a fragilidade dele perante o peso dos anos.
Eu fico considerando o tempo que perdemos e o quanto foi difícil para mim reunir as forças para dizer a ele que eu me orgulhava muito que ele fosse meu pai. Meu pai sempre foi bastante prático e não perdia tempo dizendo o que deveria ser feito, ele simplesmente ia lá e fazia. Ele nunca foi muito eloquente e sempre se mostrou muito pragmático, foi justamante por isso que me marcou muito quando um dia, me aconselhando sobre como superar as preocupações que estava tendo, ele disse: "Nunca olha pra baixo, olha sempre no horizonte". Todo dia quando eu acordo eu penso nessa frase.
Pensando nisso resolvi compilar um Top 10 com as melhores músicas sobre pais e filhos, sempre há mensagens poderosas nessas canções inesquecíveis.
No título de cada música está o link para o download de cada uma delas. 


Essa é a minha canção favorita sobre as diferenças sobre pais e filhos. A música apresenta as diferenças de opinião entre pai e filho, com uma parte da letra representando o pensamento do pai e a outra do filho. O que mais eu gosto nela é que além de uma excelente música ela deixa claro que nenhum dos dois lados está enganado mas ambos tem opiniões completamente diferentes. A música mostra a conversa entre um pai que não entende o desejo de um filho de romper e formar uma nova vida, e o filho que não consegue se explicar, mas sabe que é hora de ele buscar seu próprio destino.O autor da canção é Cat Stevens, que mais tarde se converteu ao islamismo e passou a se chamar Yusuf Islam.A gravação original é de 1970, eu achei no youtube o video de Yusuf Islam cantando a música recentemente enquanto sua esposa e filha observam com seu neto no colo. Com certeza muitas jovens ouviram Cat Stevens na condição de filhos buscando sua independência para forjar seu destino e hoje escutam Yusuf Islam enquanto aconselham prudência nas escolhas de seus filhos.

Pai
"Não é tempo de mudar,
apenas relaxe, vá com calma
Você ainda é jovem, esse é seu problema,
há muita coisa que você tem que saber.
Encontre uma garota, se afirme,
se você quiser, pode casar
Olhe pra mim, estou velho,
mas sou feliz.

Eu já fui como você é agora,
e eu sei que não é fácil
ficar calmo quando você
percebe algo acontecendo.
Mas vá com calma, pense muito,
pense que tudo o que você já conseguiu
Por que você vai estar aqui amanhã,
mas seus sonhos talvez não.
Filho
Como eu poderia tentar explicar,
quando o faço ele ignora
É sempre a mesma coisa,
a mesma velha história.
No momento em que eu pude falar,
fui obrigado a ouvir.
Agora há um caminho, e eu sei
que eu tenho que ir embora,
eu sei que tenho que ir.
Pai
Não é tempo de mudar,
apenas sente-se, vá devagar,
você continua jovem, esse é o seu problema,
há muita coisa ainda que você tem que enfrentar.
Encontre uma garota, se afirme,
se quiser, você pode casar,
olhe pra mim, eu estou velho,
mas sou feliz.
Filho
Todas as vezes que eu chorei
Mantendo todas as coisas que eu sabia dentro
E é difícil, mas é mais difícil
Ignorá-las
Se eles estivessem certos, eu concordaria
Mas são eles que sabem, não sou eu
Agora há uma maneira
e eu sei Que eu tenho que ir embora
Eu sei que tenho que ir"

E é você quando olho no espelho
E é você que faz isso ser difícil de passar
As vezes você não pode fazer isso sozinho

 Essa é uma das músicas mais emocionantes do U2. Bono a compôs para o seu pai que morreu de câncer em 2001, a primeira vez que ela a cantou foi no funeral dele.
É uma canção com uma letra poderosa e me lembra de como o papel de responsabilidade acaba se invertendo ao longo dos anos e como em diversos momentos temos vontade de dizer aos nossos pais a mensagem de Bono: deixe-me cuidar um pouco de você agora.

Father And Daughter

E embora eu não possa te convencer que não há nada de assustador escondido sob a sua cama
Eu vou ficar de guarda como um cartão postal de um Golden Retriever
E nunca te deixarei até você ficar com um bom sonho em sua cabeça

Eu me lembro que essa música foi indicada ao Oscar uns anos atrás, ela fazia parte da trilha sonora do filme "The Wild Thornberrys". A música fala obre o amor de um pai por uma filha enquanto ele a incentiva a seguir sua intuição e promete que estará sempre lá quando ela precisar. Eu lembro de ter pensado que caso algum dia eu tivesse uma filha esse seria o tipo de pai que eu gostaria de ser.

 4º Um Pito


 "Se vais embora por favor não te detenhas
Sigas em frente não olhes para trás
Que assim não vais ver a lágrima existente
Que molha o rosto do teu velho meu rapaz"


Bom o meu pai é gaucho, da fronteira, e eu não poderia deixar de incluir essa música. Eu não costumo escutar muitas músicas tradicionalistas (apesar de admitir que muitas delas são lindas), mas essa é especial para mim. Eu lembro que quando o meu pai chegava do trabalho ele costuma sentar na varanda e ficamos ouvindo as músicas do Oswaldir e Carlos Magrão. Eu era muito jovem e não entendia muito bem o significado da música, mas hoje percebo que todos nós acabamos passando por esse momento descrito na música e acabamos nos afastando gradualmente para vivermos nossa vida.

Cat's In The Cradle 

Ele aprendeu a andar enquanto eu estava longe
Ele estava falando antes que eu soubesse
E enquanto crescia ele dizia,
"Vou ser exatamente como você, papai,
Sabe, vou ser exatamente como você."

Durante muito tempo eu escutei essa música sem prestar a atenção na letra e sempre gostei muito da balada. Um dia resolvi escutar com mais atenção e percebi que se tratava de uma forte história sobre como um pai sem tempo acaba sempre prometendo que irá passar algum tempo com seu filho mas nunca consegue, mesmo assim o filho se mostra orgulhoso de seu pai, enquanto promete a ele que quando crescer quer ser igual a ele. No fim da história o pai já velho liga para seu filho, agora finalmente com tempo, e pergunta a ele se ele quer passar algum tempo com o velho pai. O filho já adulto responde que adoraria mas infelizmente não tem tempo. O pai termina concluindo, com pesar, que seu filho de fato cresceu e se tornou como ele.

A Boy Named Sue

 Eu sou um grande fá de Johnny Cash, além de suas ótimas músicas que foram se tornando cada vez mais velhas e tristes. Ao pesquisar a sua discografia mais jovem eu percebi que ele também tinha muitas canções que eram engraçadas e que contavam histórias irreverentes. O que sempre me impressiona é que essa música é muito engraçada mas consegue ser emocionante ao mesmo tempo. Emocionar uma platéia com uma música engraçada é algo extremamente difícil e se levarmos em consideração que a gravação que eu tenho de Johnny Cash é de ele fazendo isso dentro de uma prisão de segurança máxima para uma platéia de detentos. A história da música trata de um garoto chamado Sue. Depois de muitos anos ele parte em busca de vingança contra o seu pai por o ter batizado com um nome de mulher. Ele encontra seu pai em um bar eles têm uma briga feroz, e o pai fala seus motivos para o filho. A música serve como uma ótima lembrança de mesmo as atitudes de nossos pais que temos certeza que são apenas para nos magoar vão se revelar um dia como apenas mais um empurrão dos muitos que recebemos deles para vencermos no mundo.

"Bom, meu pai saiu de casa quando eu tinha 3 anos,
E ele não deixou muita coisa para mamãe e nem para
Mim,
Só este velho violão e uma garrafa vazia de bebida.

Agora eu não o culpo porque ele fugiu e se

Escondeu,
Mas a coisa mais malvada que ele já fez,
Foi antes de partir, quando ele veio, e me chamou
Com o nome de Sue.

Bem, ele deve ter achado que era uma piada,

E isso deu em muitas risadas de um monte de amigos,
Parecia que eu tinha que lutar a minha vida
Inteira.

Alguma namorada poderia rir e eu ficava vermelho,

E algum cara ria e eu quebrava a cabeça dele,
Eu tenho que lhe dizer, a vida não é fácil para um
Garoto chamado sue.

Eu cresci rápido e cresci malvado,

Meu início foi difícil e meus movimentos
Tornaram-se
Mordazes,
Eu vaguei de cidade à cidade para esconder minha
Vergonha.

Mas eu me fiz um juramento para a lua e as

Estrelas,
Eu procuraria os bordéis e bares,
E mataria aquele homem que me deu aquele nome
Horrível.

Bem, era gatlandburg em meios de junho,

Eu mal cheguei na cidade e minha garganta estava
Seca,
Pensei: eu vou parar e tomar uma bebida.

Num velho saloon numa rua de lama,

Ali estava numa mesa sentado,
O cachorro imundo e sarnento que me chamou de sue.

Bem, eu soube que aquela cobra era meu doce papai,

Através uma uma foto velha que minha mãe tinha,
E eu conhecia aquela cicatriz no seu rosto e seus
Olhos maus.

Ele era grande e curvado, e grisalho e velho,

E eu olhei pra ele e meu sangue gelou, e eu disse,
"Meu nome é Sue! como você vai? agora você
Morrerá!"
Sim, isto foi o que eu disse a ele.

Bem, eu o acertei forte no meio dos olhos,

E ele caiu, mas para minha surpresa,
Veio com uma faca e cortou fora um pedaço da minha
Orelha.

Eu quebrei uma cadeira atravessando seus dentes,

E nós quebramos a parede e saímos na rua,
Chutando e socando na lama e no sangue e na
Cerveja.

Eu lhe digo que eu lutei como um homem forte,

Mas eu realmente não consigo lembrar quando,
Ele chutou como uma mula e mordeu como um
Crocodilo.

Eu o escutei rindo,

Ele foi pegar sua arma mas eu peguei a minha
Primeiro,
Ele ficou lá olhando para mim e eu o vi sorrir.

A ele disse, "filho, este mundo é cruel,

E se um homem quer viver tem que ser durão,
E eu sabia que não poderia estar lá para lhe
Ajudar.

Então eu lhe dei esse nome e disse adeus,

Eu sabia que você teria que se endurecer ou morrer
E foi esse nome que lhe ajudou a ser forte.

Agora você só lutou uma luta idiota,

E eu sei que você me odeia e você tem direito,
De me matar agora e eu não o culparei se você o
Fizer.

Mas você tem que me agradecer antes de eu morrer,

Pela pedra no seu estômago e pela cuspida no seu
Olho,
Porque eu sou o filho da puta que te chamou de
Sue".

Bem, o quê eu poderia fazer, o quê eu poderia

Fazer?
Bem, eu fiquei sem ar e joguei minha arma fora,
O chamei de pai e ele me chamou de filho,
E eu voltei com um ponto de vista diferente.

Eu penso nele agora e sempre,

Toda vez que eu tento e toda a vez que eu ganho,
E se eu tiver um filho,
Eu acho que o chamarei de,
Bill ou george, qualquer coisa menos Sue!
Eu ainda odeio aquele nome!


Pai

Você foi meu herói meu bandido
Hoje é mais
Muito mais que um amigo


Bom eu não posso dizer que sou um grande fã de Fábio Junior, mas tenho que admitir que essa é uma música realmente única. Várias das frases acabam por definir o meu próprio relacionamento com o meu velho. Emocionante, sem dúvida.

8º  Just The Two Of Us

Pela primeira vez que o medico te colocou em meus braços
Eu sabia que morreria antes que acontecesse algum mal a você
No entanto perguntas surgem em minha mente, eu serei homem suficiente?


Essa música sempre foi clássica, mas foi Will Smith que a transformou em uma mensagem de amor para seu filho. Nos dias de hoje onde o rap é repleto de palavrões e violêcia é extremamente agradável e reconfortante ver que com talento e dedicação é possível criar músicas de sucesso sem apelação. O clipe é agradável e retrata vários artistas negros com seus filhos.

9º  A Father's Way

Faço o meu melhor para para alimentá-lo e eu faço o que é certo
Eu tento encontrar as palavras que eu lhe direi
Quando você vier para casa hoje à noite

Seal sempre foi responsável por várias músicas emocionantes e bem embaladas e essa não foge a regra. Trilha do filme À Procura da Felicidade, a música fala sobre como o caminho do homem é traçado de forma diferente ele se torna pai e como um pai cria um filho esperando que ele mesmo um dia se torne um bom pai. 


10º My Father's Eyes

Quando todas minhas esperancas aumentarão?
Como eu conhecerei ele?
Quando eu olhar nos olhos do meu pai

Apesar de ser uma das músicas de Eric Clapton que não fez muito sucesso eu tenho um carinho especial por ela. Clapton perdeu o pai que nunca conheceu em 85 e também sofreu a trágica morte de seu filho Conor, em 91. Clapton faz uma observação muito comovente ao concluir que de fato conheceu seu pai através dos olhos de seu filho.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...